Reclamar não faz bem ao cérebro e se tu és a pessoa que tem o hábito de criticar tudo e todos, o efeito também se aplica à tua saúde mental.

Patricia Marinho,  ensina como devemos levantar o astral daquele conhecido que só vê a vida em tons de cinza. Entre as dicas, ela ensina a “regra da água” para manter o otimismo em dia. Que tal testar?

Quanto mais reclamares, mais reforçarás o jeito “reclamão” do teu cérebro.

1- “Somos o resultado das cinco pessoas que mais nos relacionamos”

“Se estás do lado de pessoas que só reclamam, em breve podes te tornar assim também”, comenta Patricia.

2 -A palavra tem muito poder

“Se estás no meio de uma crise e dizes que vai ser assim até o final do ano, será”, comenta a especialista. “Leva otimismo para a conversa: ‘existe um crise, sim. Mas o que vamos fazer para mudar?”.

3- Fica ao lado de pessoas que são altruístas e otimistas

“Uma âncora é apenas 10% do peso do navio e, mesmo assim, o prende. Não deixes que ninguém seja uma âncora”.

4- Reclamar é um hábito e, por isso, pode ser mudado

O nosso cérebro demora 21 dias para entender que criamos um hábito. Depois, vira rotina”. Por isso, evita manter atitudes negativas, como respostas ríspidas e mau-humor.

5- Tenta mudar o assunto sempre que quem reclama entrar em ação

Dás um bom-dia, e a pessoa responde ‘bom dia por quê?’; pede para ela respirar fundo e diz que o fazto de ela estar viva já é motivo para um bom dia”.

6- Se alguém reclamar do teu lado, não faças coro à crítica

“Ela fala mal de alguém e tu falas bem. Um dia essa pessoa mudará o comportamento”, pondera a coach.

7- Muda de assunto sempre que te sentires arrastado pelas energias negativas do interlocutor

Se a pessoa reclama de alguma coisa, pergunta algo como “já viste como o céu está aberto hoje?”, para forçá-la a mudar de assunto.

8- Não tentes chamar a atenção da pessoa

Frases do tipo  “só reclamas” ou “falas tão mal” não funcionam, segundo a coach. “Quando alguém fizer uma crítica, fala uma coisa positiva”.

Também vais gostar destes:
Eu quero estar solteira, mas contigo
As ilustrações que demonstram bem as diferenças entre as crianças de hoje e de antigamente.

Dica de ouro: a regra da água
A coach sugere um hábito às pessoas que têm o costume de reclamar sempre. “Anda com uma garrafinha de água e toda as vezes que pensares em falar mal de alguma coisa, bebe a água e segura o líquido na boca”, explica. “É uma dica que traz benefício à saúde do corpo e da mente”.