Depois da vexameira de Domingo Passos Coelho do PSD decidiu que não se vai candidatar novamente à liderança do partido.

O ex Primeiro Ministro fez declarações, afirmando que o seu objectivo principal é que o partido se mantenha saudável e se para isso tiver de sair, assim o fará.

A notícia que provocou ondas de choque em Berlim e na Marmeleira.

Por um lado, Angela Merkel muito sentida com o ocorrido no passado Domingo e com as palavras de Passos Coelho decidiu decretar três dias de luto oficial pelo destino do seu companheiro.

Por outro lado, na Marmeleira, Pacheco Pereira alertou a população que serão utilizados folhetos velhos de campanhas políticas de 1982 que tem repetidos para fazer uma fogueira e assar um porco.