Mulher corta o próprio braço com uma motoserra para receber dinheiro do seguro. A mulher disse que estava a cortar uns galhos com a motoserra quando cortou o braço esquerda, quase perto do cotovelo.

A família deixou o braço decepado para garantir que os danos fossem permanentes, e assim poder receber o dinheiro.

A mulher aguardava receber 400 mil euros de indemnização, mas isso não aconteceu porque a fraude foi descoberta a tempo.

Os familiares envolvidos foram libertados, mas a mulher enfrenta agora uma pena de prisão de 8 anos.

Nota: Este é um artigo de carácter humorístico/satírico com o objectivo de fazer rir. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade. É meramente ficcional.

Partilha
Partilha