Um homem pediu o divórcio porque a mulher se recusava a “lavar roupa e cozinhar”. Tudo aconteceu na Itália, tendo o marido ficado indignado porque a mulher se recusou a fazer as lides domésticas.

De acordo com o The Huffington Post, o pedido do homem não foi muito bem-visto por Paolo Rizzi, juiz cível responsável pelo caso que disse que o pedido não vinha acompanhado de provas e que como também ele “não lavava, não cozinhava nem passava camisas”, não estava a colaborar “no interesse e bem-estar da família”.

“Não é admissível a situação de submissão de quem exerce trabalho de mero cuidado da ordem doméstica, a que também os filhos estão obrigados, em vista de uma educação responsável”, referiu o juíz.

O Código Civil do país afirma que: “Com o casamento, marido e mulher adquirem os mesmos direitos e assumem os mesmos deveres”.