Um homem foi expulso de uma praia por estar demasiado branco. Tudo aconteceu numa tarde, na praia de Benicort (Maiorca) quando Adolfo, de 42 anos, estava a preparar-se para dar o primeiro mergulho da temporada de verão.

Recém-chegado do norte da Espanha e desejoso de sol e água morna, sem desfazer as malas, foi direto para a praia, mas aguardava-o uma surpresa desagradável.

Assim que ele colocou o pé na praia, um salva-vidas atacou-o com uma toalha e cobriu todas as costas: “Eu tive um tremendo susto, eu pensei que eles me queriam sequestrar. Ele me disse que com aquela minha cor de pele eu parecia um fantasma.

O salva-vidas em questão, um jovem musculoso e muito moreno de 25 anos que leva seu trabalho muito a sério, afirmou o seguinte: “Eu tive que convidá-lo a sair porque com aquela cor de pele ele estava a dar má uma imagem à praia.”

Nota: Este é um artigo de carácter humorístico/satírico com o objectivo de fazer rir. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade. Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência.

Partilha