Quase toda a gente adora fazer “txuca txuca” e, apesar de ser algo que necessita de energia e de esforço, trazemos-vos motivos para incluírem na vossa rotina diária.

Por muito que não acreditem, pode mudar a vossa vida…

1. Devido à libertação de ocitocina, ter relações pode ser um analgésico natural.

2. A ocitocina, hormona da confiança, é libertada com frequência durante o acto o que ajuda a fortalecer a relação entre o casal.

3. Ter relações está associado a uma baixa pressão sanguínea de acordo com o médico Joseph J. Pinzone.

4. É o antídoto para uma vida mais longa, já que faz bem ao coração. O England Research Institute explicou que os homens que fazem amor com regularidade têm menos chances de ter um ataque cardíaco.

5. Ter relações sinónimo de boa vida.

6. Um estudo realizado constatou que quem faz amor regularmente anda menos stressado.

7. De todas as hormonas do bom humor que o teu sistema adquire ao ter relações, a depressão e a ansiedade são coisas que não existem.

8. A libertação de dopamina durante a relação ajuda a reduzir o stress acumulado durante o dia a dia, ajudando também a ter uma boa noite de sono.

9. Ajuda na imunidade. Mais amor ajuda a manter a libertação de Imunoglobulina A, um anticorpo que ajuda a proteger o corpo de doenças.

10. Ter relações reduz as hipóteses de os homens apanharem cancro na próstata.

11. Ajuda o casal a ficar forte e em forma.

12. Ajuda a regular as hormonas e até o período nas mulheres.

13. Devido ao posicionamento dos músculos pélvicos, eles interpretam um papel vital nos humanos ao terem relações.

Também vais gostar destes:
Um namoro pode engordar 5 kg ou até mais.
O médico estava de namoro com a enfermeira – ANEDOTA!

14. O National Bureau of Economic Research lançou uma investigação que sugere que fazer amor traz felicidade à pessoa que nem o dinheiro consegue.

15. Ter relações, entre outras coisas, é um exercício físico. Como tal, ajuda a ganhar resistência e força.

16. Energia. É sabido que os homens e as mulheres perdem alguma energia durante a relação, o que é bom.
FONTESarcasticamente falando
Partilha
Loading...