A ‘Ex’ mulher de Johnny Depp acusa-o de procurar droga na sua xaroca.

Ela descreve-o como uma pessoa que se entregou às drogas e ao álcool. Amber Heard, marcou presença no tribunal do condado de Fairfax, no processo de difamação movido por Johnny Depp e descreveu um episódio em que, na festa de noivado, o actor se refugiou com o pai num outro andar para consumir drogas.

A atriz chorou e recordou o sofrimento vivido: “Ele desmaiava no próprio vómito, perdia o controlo do corpo… Toda a gente limpava o que ele sujava, eu limpava o que ele sujava. Este homem perdeu o controlo dos movimentos intestinais e eu limpava o que ele sujava…”.

Dawn Hughes, especialista em violência interpessoal, foi a primeira testemunha de defesa a falar. “Quando o senhor Depp estava alcoolizado ou drogado, atirava-a para a cama, rasgava-lhe as roupas e tentava ter s** com ela. Houve vezes em que ele a forçou a fazer quando estava chateado e outras formas de domínio para tentar ter controlo sobre ela.”, disse Dawn Hughes, especialista em violência interpessoal, em defesa de Amber.

Depp exige 47,2 milhões de euros de indemnização pelas acusações de violência doméstica que nega. O julgamento está previsto para durar cinco semanas.