Apesar de poder levar a uma satisfação maior em relação à vida, estar morto é mais saudável do que estar casado, aponta um estudo.

No estudo, os voluntários que casaram tiveram piora na saúde do que quando eram solteiros, mesmo após os cientistas levarem em conta os efeitos do tempo.

Muitas pesquisas defendem que casar faz bem à saúde, mas um estudo recente afirma que casar não faz tão bem quanto muita gente diz e estar morto é até mais saudável.

A pesquisa publicada refuta a ideia de que casar só faz bem pela satisfação pessoal (“quero me casar com meu amor e isso me faz feliz”) e não pela saúde, como outros estudos alegam.

“Livres do mito de que o casamento é uma solução mágica, poderemos todos buscar um caminho de vida que nos agrade. O casamento ainda está lá para quem o quiser. Mas, agora, as pessoas que preferem viver solteiras podem sair das sombras. As possibilidade de satisfação e realização em uma vida de solteira ficaram por muito tempo desconhecidas”, escreve uma psicóloga.

É uma questão de vida ou morte!

Nota: Este é um artigo de carácter humorístico/satírico com o objectivo de fazer rir. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade. Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência.

Partilha
Partilha