Uma empresa deixa trabalhadores tirar pausa para poderem “esgalhar o pessegueiro”. Erika Lust, dona da Lust Productions, deixa os seus 36 funcionários tirar pausas para esgalharem o pessegueiro.

A produtoravai ‘bónus’ vai manter-se pelo menos até final do ano: todos os dias, os funcionários têm 30 minutos de pausa extra para se dedicarem à autossatisfação.

Ao Daily Star, Erika Lust diz que pretende que os funcionários ficassem “menos agitados” durante a pandemia de Covid-19: “Eu valorizo os meus empregados e sei que quando eles se sentem bem, fazem um bom trabalho. A pandemia trouxe uma enorme mudança às nossas vidas, e notei que os meus empregados estavam muito agitados e o seu desempenho era menos energético do que antes. Por isso, lembrei-me de uma coisa que faz toda a gente sentir-se bem”,disse Erika Lust, nascida na Suécia.

e continua: “Imaginem, é uma equipa de funcionários felizes, no auge da sua criatividade e produtividade porque tiveram tempo livre de pausa para poderem fazer-se sentir melhor. Uma pausa para masturbação, está provado, resulta em maior concentração, menos agressividade, maior produtividade e melhor trabalho de equipa”, diz Erika Lust Films.